Fazer publicidade na televisão com 100 dólares?

 

Google Tv Ads

Anunciar na Tv com Adwords

A Google anunciou estar em fase Beta, uma nova possibilidade do AdWords que permite mediante uma verba pequena, atingir grandes cadeias de televisão mundiais com publicidade ao alcance de qualquer um.

Nada de necessitar ter disponibilidades de grandes orçamentos, nem meios sofisticados para fazer anúncios que concorrem com as grandes empresas de publicidade.

Trata-se de aplicar a plataforma AdWords, com uma nova particularidade de Anúncios de TV, que em breve estarão disponíveis em todas as campanhas Adwords.

Chegamos assim à fase em que um particular, poderá com parcos meios, disputar o espaço nas grandes cadeias de televisão e às horas de maior audiência. Assim, qualquer um poderá passar a ter também acesso à publicidade global.

Veja o vídeo com exemplos daquilo que dentro em breve poderá também ambicionar fazer.

Só mais uma achega: se ainda não sabe bem como tirar rentabilidade dos anúncios de links patrocinados AdWords, porque não começar já a preparar-se com um curso digital que lhe permite rentabilizar as suas campanhas?

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Google suspende contas AdWords

Nos últimos dias de Dezembro passado chegaram à rede volumosas notícias de terem sido suspensas numerosas contas Adwords de links patrocinados.
A Google tem-se limitado a enviar um simples email com a informação de que a conta foi eliminada.

Nestes emails nada é dito das razões concretas que levaram àquela atitude, e pedir explicações não adianta porque o mais certo é caírem em saco roto.

Apesar de não ter sofrido por experiência própria com esta exclusão, aquilo que eventualmente poderá explicar estas medidas, baseia-se na frase avançada pela Google dizendo que “A oferta não proporciona uma boa experiência ao visitante”.

Outra das possibilidades para tantas contas excluídas passa por desacordo com sistemas que utilizam pagamentos continuados, mesmo que as campanhas já não estejam actualmente em curso.

Outra ameaça com que se deve acautelar é que se alguma conta Adwords já colocada em exclusão foi movimentada através do seu endereço de IP, corre o risco de vir a ter a sua também suspendida.

Para ultrapassar estes incómodos, tentar abrir nova conta dá um bocado de trabalho mas não é impossível.

As dicas Adwords serão:
- Arranjar um novo computador e um novo endereço de IP.

- Abrir nova conta Adwords com um novo nome e outro cartão de crédito com nome e morada diferentes.

- Esperar que a Google não detete qualquer ligação entre as contas.

Estes problemas colocam uma vez mais a necessidade de não se ter os ovos todos no mesmo cesto, e a diversificação dos meios de publicidade pelos concorrentes da Google é cada vez mais uma saída com melhor justificação.

Do mesmo modo, outros moneiras de fazer aumentar as visitas ao seu site, ganham maior acuidade face às limitações que possam surgir mediante estes cortes. SEO (search engine optimization), tráfego pago por visita e a utilização de vídeo são boas medidas alternativas.

No caso de querer que o Adwords continue a ser o seu meio privilegiado do obtenção de tráfego e se gastar cerca de 250 euros ou dólares por semana, o melhor que tem a fazer é arranjar um gestor de conta da Google responsável pela sua conta. Assim poderá descartar a responsabilidade pelas suas novas páginas de destino e anúncios e deixar que esse gestor seja responsabilizado se o cutelo da Google também cair sobre si.

Posted in Uncategorized | 2 Comments

SEO VS PPC: juntar publicidade às listagens Google

Qual é mais rentável: SEO ou PPC?

Uma das questões que se colocam frequentemente dizem respeito às diferenças entre a “search engine optimization” (SEO) e os pagamentos por clique (PPC) como é o caso de AdWords e outros programas idênticos de concorrentes da Google.

As análises de rentabilidade de cada uma das situações são mais facilmente medidas no PPC, uma vez que os programas de “tracking” das campanhas, podem acompanhar os resultados das conversões de perto, fazendo a contabilização do retorno do investimento (ROI) em função daquilo que é gasto com a publicidade.

Os custos de SEO com empresas da especialidade, devido até por vezes à inexperiência ou desconhecimento de quem adjudica os trabalhos, tornam-se frequentemente difíceis de quantificar diretamente em função dos resultados conseguidos. Além do mais, sendo uma ação que visa o longo prazo, uma vez que um site nunca se considera como sendo uma tarefa terminada, é um trabalho duradouro e que fica a produzir efeitos, mas que não produz resultados instantâneos e quantificáveis.

Números aventados por alguns especialistas, afirmam que os internautas clicam 75% das vezes em sites apresentados nas listagens orgânicas, contra 25% daqueles que clicam em links patrocinados. Quanto aos custos que as duas modalidades absorvem, considera-se que no PPC se gastaram em 2008 nos EUA 10 mil milhões de dólares, enquanto a SEO não representou mais de 1265 milhões de dólares.

( Fonte: SEMPO data via Massimo Burgio, SMX Madrid 2008)

O que é que estes números nos podem dizer?

Quem pretende resultados imediatos e um acompanhamento exato quanto ao que de benefícios traz para um negócio em função de um dado investimento, usará o pagamento por clique dirigindo os interessados para páginas determinadas, onde tudo esteja desenhado para tornar as conversões rentáveis.

A otimização dos sites para as pesquisas dos motores de busca, estendem-se geralmente por todo o site, indiscriminadamente das páginas serem destinadas a converter ou apenas pretenderem uma afirmação de presença institucional, informativa ou de criação de marca. Nada impede porém que uma boa articulação das páginas de um site, seja feita de modo a que os visitantes sejam aliciados a percorrerem um caminho que os leve a procederem a uma conversão. Neste caso, pode dizer-se que se concretiza uma otimização de investimento, já que os resultados nas listagens orgânicas são mais consolidados e capazes de continuarem a gerar novos negócios por muito tempo mais.

Posted in Uncategorized | Leave a comment